Formação para e na docência no ensino superior

Estudo de caso fenomenológico em uma universidade federal

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31639/rbpfp.v14i31.647
Abstract views: 261 / PDF downloads: 253

Palavras-chave:

Formação e docência no ensino superior, Inserção profissional, Carreira docente universitária, Fenomenologia

Resumo

Objetivamos compreender como professores que iniciaram sua carreira no magistério superior numa instituição de ensino superior federal mineira elaboram suas trajetórias de formação e práticas docentes. Nesse estudo de caso, entrevistas semiestruturadas com 5 professores, selecionados intencionalmente, foram transcritas integralmente e analisadas fenomenologicamente. Os resultados explicitam lacunas pedagógicas, aprendizagem na prática e centralidade dos sentidos individualmente apreendidos. Concluímos que tornar-se professor universitário envolve elaborar um percurso contínuo de crescimento e reflexão sobre a própria atuação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
 PlumX Metrics

Referências

ALES BELLO, A. Introdução à Fenomenologia. Tradução de J. T. Garcia e M. Mahfoud. Bauru: Edusc, 2006.

ANDRADE, A. C.; LUCENA, C.; BARLETA, I. A. A precarização do trabalho, o REUNI e o novo desenvolvimentismo. Revista HISTEDBR On-line, v. 18, n. 1, p. 234–257, 2018. doi.org/10.20396/rho.v18i1.8645868.

BONADIMAN, H. L. Socialização profissional de professores universitários iniciantes. 2016. 195 f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2016.

BOLZAN, D. P. V.; ISAIA, S. M. A. Aprendizagem docente na educação superior: construções e tessituras da professoralidade. Educação, v. 29, n. 3, p. 489-501, 2006.

BRASIL. Decreto n. 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das universidades federais –REUNI. Brasília: Casa Civil. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm>. Acesso em: 2 ago. 2021.

CARVALHO, C. H. A. de. Política para a educação superior no governo Lula expansão e financiamento. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, v. 58, p. 209-244, 2014. doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i58p209-244

CUNHA, M, I. Diferentes olhares sobre as práticas pedagógicas no ensino superior: a docência e sua formação. Educação, v. 27, n. 3, p. 525-536, 2004.

GOMES, W. A entrevista fenomenológica e o estudo da experiência consciente. Psicologia USP, v. 8, n. 2, p. 305-336, 1997.

PIMENTA, S. G.; ANASTASIOU, L. G. C. Docência no ensino superior. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2014.

SILVA, M. Complexidade da formação de professores: saberes teóricos e saberes práticos. São Paulo: UNESP, 2009.

STEIN, E. Conferências: verdad y claridad en la enseñanza y en la educación. In: STEIN, E. Obras Completas, v. IV: escritos antropológicos y pedagógicos. Burgos: Monte Carmelo, 2003. p. 61-70.

STEIN, E. Zum Problem der Einfühlung. Halle: Buchdruckerei des Waisenhauses, 1917.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI [UFVJM]. UFVJM: 65 anos de tradição em ensino, 13 anos de universidade. 2018. Disponível em: . Acesso em 18 out. 2018.

ZANCHET, B. M. A.; FAGUNDES, M. V. A preparação para o exercício do magistério superior far-se-á em nível de pós-graduação? Os docentes iniciantes respondem. Revista e-Curriculum, v. 8, n. 1, p. 1-21, 2012.

Downloads

Publicado

2022-12-15

Como Citar

LIMA, J. A. .; CARDOSO, C. de R. D.; LEITE, R. V. Formação para e na docência no ensino superior: Estudo de caso fenomenológico em uma universidade federal. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, [S. l.], v. 14, n. 31, p. 77–90, 2022. DOI: 10.31639/rbpfp.v14i31.647. Disponível em: https://revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/647. Acesso em: 17 abr. 2024.