Dos entraves à busca por novos caminhos no planejamento da Educação Física Escolar: Residência Pedagógica como uma ação participativa

  • Leonardo Cordeiro de Queiroz Universidade Estadual de Maringá
  • Bruna Solera Universidade Estadual de Maringá
  • Vânia Matias Universidade Estadual de Maringá
Palavras-chave: Residência Pedagógica, Planejamento, Educação Física Escolar, Formação Docente

Resumo

A discussão apresentada teve como objetivo investigar a percepção dos professores preceptores e coordenador do Programa Residência Pedagógica (RP), acerca da construção e aplicação do planejamento da Educação Física Escolar no Ensino Fundamental e Médio e as suas influências. Contou com a participação de três preceptores e um coordenador de núcleo do Programa RP – Educação Física. Utilizou-se a entrevista semiestruturada como instrumento de coleta, cujos dados foram analisados por meio dos pressupostos da análise de conteúdo. Os resultados apontaram para benefícios aos atores participantes, principalmente no processo formativo dos futuros professores e formação continuada dos professores preceptores. Concluiu-se que o RP, juntamente a uma ação estruturada de planejamento participativo se configurou como importante estratégia no processo formativo de professores, contribuindo com a efetivação da parceria entre universidade e escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALARCÃO, I. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. São Paulo: Cortez, 2004.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 4. ed. Lisboa, Portugal: Edições 70 Lda, 2009.

BRASIL. Edital Capes 06/2018. Disponível em https://www.capes.gov.br/images/stories/download/editais/01032018-Edital-6-2018. Acesso em 04 de julho de 2020.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A. Metodologia científica: para uso dos estudantes universitários. 5. ed. São Paulo: Mcgraw-hill do Brasil, 2002.

CRUZ, G. B.; LÜDKE, M. Aproximando universidade e escola de educação básica pela pesquisa. Cadernos de Pesquisa, v. 125, p. 81-109, mai/ago. 2005. Disponível em:

DAMAZIO, M. S.; SILVA, M. F. P. O ensino da Educação Física e o espaço físico em questão. Pensar a Prática, v. 11, n. 2, p. 189 - 196, 15 ago. 2008. Disponível em:

FONTOURA, H. A. Desafios da formação docente: o curso de pedagogia da Faculdade de Formação de Professores. Form. Docente, v. 11, n. 21, p. 57-70, 2019.

SILVA JÚNIOR, A. P. Configurações e relações estabelecidas no Estágio Curricular Supervisionado na formação inicial de professores de Educação Física. 2016. 232 f. Tese (Doutorado em Educação Física) – Departamento de Educação Física. Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2016.

LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo. Editora Cortez. 1994.

LIBÂNEO, J. C. O professor e a construção da sua identidade profissional. Organização e gestão da escola: teoria e prática. Goiânia: Alternativa, p. 62-71, 2001.

LIBÂNEO, J. C. Didática. 2ed.São Paulo: Cortez, 2013.

MAGALHÃES, S. R.; LEAL, L. F. V. Formação docente e planejamento em sala de aula. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, v. 10, n. 1, p. 369-383, 2012.

MARCON, D.; NASCIMENTO, J. V.; GRAÇA, A. B. S. Reinterpretação da estrutura teórico-conceitual do conhecimento pedagógico do conteúdo. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, p. 323-39, 2011. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S180755092011000200013&script=sci_abstract&tlng=pt>

MENEGOLLA, M.; SANT’ANNA, I. M. Por que planejar? Como planejar? 10ª Ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

MINAYO, M. C. S. Pesquisa Social: Teoria, método e criatividade. Petrópolis, RJ: Vozes, 1984.

MOURA, D. L.; ANTUNES, M. M. Aprendizagem técnica, avaliação e educação física escolar. Pensar a Prática, p. 835-848, 2014. Disponível em:

MONTEIRO, J. H. L.; QUEIROZ, L. C.; ANVERSA, A. L. B.; SOUZA, V. F. M. O Programa Residência Pedagógica: dialética entre a teoria e a prática. Revista HOLOS, v. 3, p. 1-11, 2020. Disponível em: < http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/9545 >

PALMA, A. P. T. V.; OLIVEIRA, A. A. B.; PALMA, J. A. V. Educação Física e a organização curricular: educação infantil, ensino fundamental, ensino médio. Londrina: Eduel, 2010.

PIMENTA, S. G. Os cursos de licenciatura em pedagogia: fragilidades na formação inicial do professor polivalente. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 43, n.1, p. 15-30, 2017. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-97022017000100015&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>

RODRIGUES, L. H.; GALVÃO, Z. Novas formas de organização dos conteúdos. In: DARIDO, S. C.; RANGEL, I. C. A. (org). Educação Física na Escola: implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.

TAKAHASHI, R. T.; FERNANDES, M. F. P. Plano de aula: conceitos e metodologia. Acta Paul. Enf., São Paulo, v. 17, n. 1, p. 114-8, 2004.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

VIANNA, I. O. A. Planejamento Participativo na escola: um desafio ao educador. São Paulo: EPU, 1986.

VIEIRA, V. A. As tipologias, variações e características da pesquisa de marketing. Revista da FAE, Curitiba, v. 5, n. 1, p. 61-70, 2002.

ZEICHNER, K. Repensando as conexões entre a formação na universidade e as experiências de campo na formação de professores em faculdades e universidades. Educação, v. 35, n. 3, p. 479-504, 2010.
Publicado
16-04-2021
Como Citar
QUEIROZ, L. C. DE; SOLERA, B.; SOUZA, V. DE F. M. DE. Dos entraves à busca por novos caminhos no planejamento da Educação Física Escolar: Residência Pedagógica como uma ação participativa. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, v. 13, n. 26, p. 171-186, 16 abr. 2021.