Reflexões sobre valores morais por professores de ciências em um curso de formação continuada

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31639/rbpfp.v14i31.641
Abstract views: 272 / PDF downloads: 214

Palavras-chave:

Formação continuada de professores, questões sociocientíficas, valores morais, reflexão crítica

Resumo

A abordagem de questões sociocientíficas no ensino de Ciências possibilita a articulação de conhecimentos de diversos campos, a mobilização e a reflexão sobre valores, atitudes e normas, e uma formação para a cidadania. Apesar disso, existem lacunas referentes às propostas didáticas, especialmente no que concerne ao tratamento da dimensão atitudinal do conteúdo de ensino. No presente trabalho, analisamos, em um estudo de caso intrínseco e sob a ótica dos valores morais, como as reflexões de três professoras de Ciências, participantes de um curso de formação continuada, possibilitaram a fundamentação e/ou a revisão de seus pontos de vista sobre o consumo de animais. Os resultados indicaram uma ampliação da consideração moral das professoras, possibilitada pela discussão explícita e reflexão crítica em torno dos valores que embasavam seus pontos de vista. Esses resultados realçam o potencial da dimensão atitudinal de contribuir para o desenvolvimento moral dos sujeitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
 PlumX Metrics

Referências

AUTOR 2 e colaboradores (2022).

AUTOR 3 e colaboradores (2021).

AUTOR 3 e colaboradores (in print).

COHEN, L., MANION, L., & MORRISON, K. (2011). Research Methods in Education (7 ed.). London and New York: RoutledgeFalmer.

CONRADO, D. M.; NUNES-NETO, N. Questões sociocientíficas: fundamentos, propostas de ensino e perspectivas para ações sociopolíticas. 1. ed. Salvador, EDUFBA, 2018.

GARCÍA, C. Formação de Professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

GOODPASTER, K. E. On being morally considerable. The Journal of Philosophy, v.75, n. 6, p. 308-325, 1978.

HODSON, D. Learning science, learning about science, doing science: Different goals demand different learning methods. International Journal of Science Education, v. 36, n. 15, p. 2534-2553, 2014.

KEMMIS, S. Action research and the politics of reflection. In: BOUD, D.; KEOGH, R.; WALKER, D. (Ed.). Reflection: turning experience intolearning. London: Croom Helm, 1985. p. 139-164.

MALDANER, O. A. A Formação inicial e continuada de professores de Química. 3ª edição. Ijuí: Editora Unijuí, 2006.

MARCELO GARCIA, C. Desenvolvimento profissional docente: passado e futuro. Revista de ciências da educação, n. 8, p. 7-22, 2009.

MARTÍNEZ PÉREZ, L. F. Questões sociocientíficas na prática docente: ideologia, autonomia e formação de professores. 2012.

MARTÍNEZ PÉREZ, L. F.; CARVALHO, W. L. P. Contribuições e dificuldades da abordagem de questões sociocientíficas na prática de professores de ciências. Educação e Pesquisa, v. 38, n. 03, p. 727-741, 2012.

NUNES-NETO, N. E. I.; CONRADO, D. M. Ensinando Ética. Educação em Revista, v. 37, 2021.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: saberes da docência e identidade do professor. Revista da Faculdade de Educação, v. 22, n. 2, p. 72-89, 1996.

REIS, P. Factors of success regarding classroom discussions of SSI: a cross-case study. Les Dossiers des Sciences de L’éducation, Toulouse, n. 29, p. 67-80, 2013.

SANTOS, Wildson Luiz Pereira dos; MORTIMER, Eduardo Fleury. Tomada de decisão para ação social responsável no ensino de ciências. Ciência & Educação v. 7, n.1, p. 95-111, 2001.

SELLES, S. E. Formação continuada e desenvolvimento profissional de professores de ciências: anotações de um projeto. Ensaio - Pesquisa em Educação em Ciências, n. 2, v. 2, 2002.

SILVA, V. F.; BASTOS, F.. Formação de professores de ciências: reflexões sobre a formação continuada. Alexandria, v.5, n.2, p. 150-188, 2012.

STAKE. R. E. Case studies. In: DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. (ed.) Handbook of qualitative research. London: Sage, 2000. p. 435-454.

VAZ, S. A. G.; DELFINO, Â. Manual de ética ambiental. Lisboa: Universidade Aberta, 2010.

WARNOCK, G. J. The Object of Morality. New York: Methuen, 1971.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1998.

ZEICHNER, Kenneth M. Uma análise crítica sobre a" reflexão" como conceito estruturante na formação docente. Educação & Sociedade, v. 29, n. 103, p. 535-554, 2008.

Downloads

Publicado

2022-12-15

Como Citar

LUCIANO, G.; VELOSO, G.; MOZZER, N. Reflexões sobre valores morais por professores de ciências em um curso de formação continuada. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, [S. l.], v. 14, n. 31, p. 139–154, 2022. DOI: 10.31639/rbpfp.v14i31.641. Disponível em: https://revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/641. Acesso em: 17 abr. 2024.