Em busca de recomposições da prática pedagógica: as narrativas (auto)biográficas de professores(as)

  • Natascha Sokolovicz
  • Regina Cely de Campos Hagemeyer
Palavras-chave: Prática docente, Pesquisa (Auto) biográfica, Contexto Educacional Contemporâneo

Resumo

Este artigo focaliza as percepções dos professores sobre as mudanças contextuais que influenciam os processos pedagógicos na escola contemporânea, das quais decorrem novas necessidades de ensino e formação humana. O estudo foi desenvolvido com base nas teorizações de Costa (2010), Gauthier e Tardif (2010); Hagemeyer (2006; 2014), Nóvoa (2007) e Lévy (1999) e através da metodologia de pesquisa (auto) biográfica, baseada na proposta de formação de Delory-Momberger (2006). A investigação envolveu profes-sores do Ensino Fundamental II, do município de São José dos Pinhais (PR), através de um curso de extensão realizado no Setor de Educação da UFPR. As análises desencadeadas propiciaram a leitura das experiência pessoais e profissionais dos professores, demonstrando tensões, dificuldades e iniciativas, ao acompanhar as mudanças contemporâneas. Evidenciando formas de relacionar-se com o outro, com o mundo e com o conhecimento, recompondo seus saberes e práticas ao constituir-se professores.

 

Referências

ABRAHÃO, M. H. M. B., e PASSEGGI, M. C. (org.) Dimensões epistemológicas e metodológicas da pesquisa (auto)biográfica (Tomo I). Natal: EDUFRN; Porto Alegre: EDIPUCRS; Salvador: EDUNEB, 2012.

BELLONI, M.L. O que é mídia e educação. Campinas: Autores Associados, 2001.

BERTAUX, D.Narrativas de vida: a pesquisa e seus métodos. Natal: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2010.

BORGES, C. Saberes docentes: diferentes tipologias e classificações de um campo de pesquisa. Educação & Sociedade, ano XXII, nº 74, pp 59-76, Abril/2001. Web Site: http://www.cedes.unicamp.br/revista/rev/ rev74.html (Acesso em: 20/06/2015).

BRASIL, Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, 1998

_________, Lei Federal n. 8069, de 13 de julho de 1990. ECA _ Estatuto da Criança e do Adolescente.

BUENO, B., CHAMLIAN, H. C., CATANI, D. e SOUSA, C. Histórias de vida e autobiografias na formação de professores e profissão docente (Brasil, 1985-2003). Educação e Pesquisa, 32(2), maio/agosto, pp. 385-410, 2006. Web Site: http://www.revistas.usp.br/ep/article/view/28017 (Acesso em: 12/03/2015).

COSTA, M. V. Sobre as contribuições das análises culturais para a formação dos professores do início do século XXI. Educar em Revista, Curitiba, n. 37, p. 129-152, maio/ago., Editora UFPR, 2010. Web Site: http:// ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php /educar/issue/view/979/showToc (Acesso em: 26/06/2015).

COUTINHO, C. e LISBÔA, E. Sociedade da informação, do conhecimento e da aprendizagem: desafios para educação no século XXI. Revista de Educação, Vol. XVIII, nº 1, pp. 5 -22, 2011.

DELORY-MOMBERGER, C. Formação e socialização: os ateliês biográficos de projeto. Educação e Pesquisa, 32(2),pp. 359-371, 2006. Web Site: http://www.revistas.usp.br/ep/article/view/28015 (Acesso em: 26/06/2015).

DELORY-MOMBERGER, C. Fundamentos epistemológicos da pesquisa: biográfica em educação.Educação em Revista, 27(1) abril, pp. 333-346, 2011. Web Site: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102--46982011000100015&script=sci_arttext (Acesso em: 26/06/2015).

DELORY-MOMBERGER, C. Abordagens metodológicas na pesquisa biográfica. Revista Brasileira de Educação, 17(51), dezembro, pp. 523-536, 2012. Web Site: www.scielo.br/pdf/rbedu/v17n51/02.pdf (Acesso em: 26/06/2015).

FABELA, S. A vida toda para Aprender. 2005. In: Portal dos psicólogos. Web Site: http://www.psicologia. com.pt/artigos/textos/A0321.pdf. (Acesso em : 03/03/2014).

FERRAROTTI, F. Sobre a autonomia do método biográfico. In: NÓVOA, A. e FINGER, M. O método (auto) biográfico e a formação. Lisboa: Ministério da Saúde, 1988. p. 17-34.

GAUTHIER, C. e TARDIF, M. A Pedagogia: teorias e praticas da Antiguidade aos nossos dias. Petrópolis: Editora Vozes, 2010.

GIROUX, H. Atos impuros: A prática política dos estudos culturais. Trad. de Costa Ronaldo. Porto Alegre: Artmed, 2003.

GREEN, B. e BIGUN, C. Alienígenas na sala de aula. In: SILVA, (Org.) Alienígenas na Sala de Aula: uma introdução aos estudos culturais em educação. São Paulo, Vozes, 2005. pp. 203-237.

HAGEMEYER, R.C.C. Formação docente, valores éticos e cultura das mídias digitais: referenciais das práticas de professores para a escola contemporânea. In: MARTINS, Pura Lúcia Oliver e ENS, Romilda Teodora (orgs.). Formação de professores: Interlocução entre universidade e Educação Básica, Revista Diálogo Educacional, Vol. 14, n. 42, Maio/Agosto, 2014.

_____________ Função docente e contemporaneidade (Tese de doutorado), Universidade de São Paulo, 2006.

JOSSO, M. C. Experiências de vida e formação (2a ed.). São Paulo: Cortez, 2010.

LÉVY, P. Cibercultura. Rio de Janeiro: Editora 34, 1999.

LIBÂNEO, J. C. Democratização da Escola Pública: A Pedagogia Crítico Social dos Conteúdos. Coleção educar. São Paulo: Loyola, 1994.

NÓVOA, A. Desafios do Trabalho do professor no mundo contemporâneo. São Paulo: SINPRO, 2007.

NÓVOA, A. e FINGER, M. O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: Ministério da Saúde, 1988.

PASSEGGI, M. da C.; SOUZA , E. C. de; VICENTINI, P. P. Entre a vida e a formação: pesquisa (auto)biográfi-ca, docência e profissionalização. Educação em Revista, Belo Horizonte, n.1, vol.27, Apr. p. 369- 386, 2011. Web Site: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982011000100017 (Acesso em : 13/03/2015).

PINEAU, G. Histórias de vida em formação: gênese de uma corrente de pesquisa-ação-formação existencial. Educação e Pesquisa,32(2), maio/agosto, pp. 329-343, 2006.

Web Site: http://www.revistas.usp.br/ep/article/view/28013 (Acesso em : 26/06/2015).

SANTAELLA, L. Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura. São Paulo: Paulus, 2003.

SOUZA, E. C. de. A arte de contar e trocar experiências: reflexões teórico-metodológicas sobre história de vida em formação. In.: Revista Educação em Questão. Natal, RN: EDUFRN. V. 25, n. 11, jan./abr., p. 22-39,

Web Site: www.revistaeduquestao.educ.ufrn.br/pdfs/v25n11.pdf (Acesso em: 26/06/2015).

XAVIER, O. S. A Educação no Contexto das Mudanças. Revista Brasileira Est. Pedagógica, Brasília, v. 78 n. 188/189/190. pp. 285-304. Jan./dez. 1997. Web Site: http://rbep.inep.gov.br/index.php/RBEP/article/ view/273/274 (Acesso em: 26/06/2015).

Publicado
31-12-2017
Seção
Artigos