Formação de professores na America Latina: apontamentos introdutórios

  • Célia Maria Fernandes Nunes Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
  • Regina Magna Bonifácio Araújo Universidade Federal de Ouro Preto

Resumo

As pesquisas sobre a formação de professores têm sido temáticas de destaque tanto no Brasil como América Latina. Neste artigo pretendemos apresentar o Dossiê que integra este número da Revista Formação Docente, bem como destacar alguns aspectos que ora aproximam, ora distanciam os países objeto dessas reflexões. Esse estudo envolveu seis países, a saber, Brasil, Peru, Argentina, Colômbia, Uruguai e Chile. A escolha se baseou tanto na diversidade dos processos formativos evidenciados em cada país como na proximidade com os pesquisadores e pesquisadoras convidados. Mesmo com os avanços que cada país sinalizou em relação à formação de seus professores, os governos na América Latina ainda precisarão investir na formação e valorização profissional dos docentes, como um passo importante e decisivo na melhoria da qualidade da educação ofertada, bem como na redução das desigualdades sociais que enfrentam cada contexto regional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regina Magna Bonifácio Araújo, Universidade Federal de Ouro Preto

Departamento de Educação - Mestrado e Doutorado em Educação

Referências

AZEVEDO. A; NUNES,C; BONIFACIO, R. M. Professores em início de carreira: Políticas publicas no contexto da America Latina. Formação Docente, Belo Horizonte, v. 06, n. 10, p. 31-44, jan./jun. 2014

ALLIAUD, Andrea. Los maestros y su historia: los orígenes del magisterio argentino. Biblioteca Política Argentina. Buenos Aires: Centro Editor de América Latina, 1993.

ELACQUA, G.; HINCAPIÉ, D.; VEJA, E. ALFONSO, M. Profissão: professor na América Latina: Por que a docência perdeu prestígio e como recuperá-lo. New York: BID, 2018.

GATTI, E. Sistema de formação de professores no Uruguai. In: OLIVEIRA, D.A.; DUARTE, A.M.C.; VIEIRA, L.M.F. Dicionário: trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte: UFMG/Faculdade de Educação, 2010.

HERNANI , M. de L. A, C.; GONÇALVES, S. da R. V. A formação de professores no Peru e no Brasil: aproximações e diferenças. Revista Educación Vol. XXVII, N° 52, marzo 2018, pp. 26-45.

JAEGER JÚNIOR, A. Mercosul e a livre circulação de pessoas. São Paulo: Editora LTr, 2000.

PAIVA, E. V. de; ARAÚJO, F. M. de B. A política de formação de professores da Unesco no Projeto Principal de Educação para América Latina e Caribe. Educação, Porto Alegre, v. 31, n. 3, p. 217-222, set./dez. 2008.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Lea das Graças Camargo. Docência no ensino superior. São Paulo: Cortez, 2008

SOTO ARANGO, D. Ciencias de la educación y pedagogía. un debate inconcluso en las facultades de educación en Colombia. Revista @mbienteeducação. Universidade Cidade de São Paulo Vol. 6 - nº 2 jul/dez, 2013 - 147-166

URUGUAY. Ley n° 18.437, de 12 de diciembre de 2008: Díctanse normas en materia de educación. Montevideo, 2008 Disponível em: https://www.impo.com.uy/bases/leyes-originales/18437-2008. Acesso em: 09 jan. 2020.

YANG, Rui. Comparação entre políticas. IN: BRAY, Mark; ADAMSON, Bob; MASON, Mark (Orgs.). Pesquisa em Educação Comparada: abordagens e métodos. Brasília: Liber Livro, 2015. 319-344.

Publicado
21-02-2020
Como Citar
FERNANDES NUNES, C. M.; ARAÚJO, R. M. B. Formação de professores na America Latina: apontamentos introdutórios. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, v. 12, n. 23, p. 11-20, 21 fev. 2020.