NARRATIVAS DE PROFESSORES, PROCESSOS REFLEXIVOS E PROFISSIONALIDADE DOCENTE EM UMA COMUNIDADE DE APRENDIZAGEM ONLINE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31639/rbpfp.v15i33.697
Abstract views: 282 / PDF downloads: 214

Palavras-chave:

Profissionalidade docente, Narrativas, Rede de Aprendizagem e Desenvolvimento da Docência

Resumo

 Constituir-se professor é um processo contínuo ao longo da vida e da carreira e a investigação no campo da formação de professores aproxima os estudos sobre o desenvolvimento profissional docente e a pesquisa autobiográfica ao implicar os docentes em processos de produção de narrativas. Nesse contexto, indagamos de que maneiras a produção e socialização de narrativas contribuem para a constituição da profissionalidade docente? A escrita autobiográfica instaura ações reflexivas na constituição da profissionalidade docente pelo acesso ao repertório de memórias de vida, formação e ação pedagógica. Em uma pesquisa colaborativa de 2016 a 2019 reunimos professores experientes, iniciantes e licenciandos em uma comunidade de aprendizagem online organizada em módulos temáticos. Os resultados mostram a importância da aprendizagem reflexiva apoiada pelos pares que permite adentrar o universo singular/coletivo da profissionalidade docente, a fim de compreender seu caminhar para si, caminhando com o outro.

Downloads

Não há dados estatísticos.
 PlumX Metrics

Referências

ARAÚJO, R. M. B.; LUCINDO, N. I. Nas narrativas dos Pedagogos, um retrato de suas condições de trabalho. In FLORES, M. A.; Coutinho, C., & Lencastre, J. A. (org.). Atas do congresso Formação e trabalho docente na sociedade da aprendizagem, organizado no âmbito da International Study Association on Teachers and Teaching (ISATT) e do Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC). Portugal: Braga: CIEC, UMinho, 2014.

BOLÍVAR, A. Metodología de la investigación biográfico-narrativa: recogida y análisis de datos. In: PASSEGGI, M. C.; ABRAHÃO, M. H. (Orgs.). Dimensões epistemológicas e metodológicas da investigação (auto)biográfica. Porto Alegre: Editoria da PUCRS, 2012 Tomo II, p. 79-109.

BRAUN, V.; CLARKE, V. Using thematic analysis in psychology. Qualitative Research in Psychology, vol. 3, n. 2, p. 77-101, 2006. Disponível em https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1191/1478088706qp063oa. Acesso em: 05 de fevereiro de 2022. DOI: https://doi.org/10.1191/1478088706qp063oa

CLANDININ, D. J.; CONNELLY, F. J. Pesquisa narrativa: experiência e história em pesquisa qualitativa. Uberlândia: Editora da UFU, 2011.

CRUZ, E. M. R. Professoras experientes e a base de conhecimento para o ensino: pontas de icebergs. 2019. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2019.

DAY, C. A resiliência, os professores e a qualidade da Educação. In: FLORES, M. A.; COUTINHO, C. (Orgs.). Formação e trabalho docente: diversidade e convergências. Santo Tirso, Portugal: De Facto Editores, 2014. p.101-130.

DELORY-MOMBERGER, C. Abordagens metodológicas na pesquisa biográfica. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 17, n. 51, p. 523-536, dez. 2012. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S1413-24782012000300002>. Acesso em: 9 jun. 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782012000300002

DUTRA, F. R. O Simave e sua relação com o trabalho docente: percepções de diferentes atores do cotidiano escolar. 2018. 156f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2018.

FLICK, U. Introdução à metodologia de pesquisa: um guia para iniciantes. Porto Alegre: Penso, 2013.

FLORES, M A Learning to be a teacher: mentoring, collaboration and professional practice, European Journal of Teacher Education, 42:5, 535-538, 2019. DOI: https://doi.org/10.1080/02619768.2019.1680207

GARCIA, M. M. A.; ANADON, S. B. Reforma educacional, intensificação e autointensificação do trabalho docente. Educação & Sociedade. Campinas, v. 30, n. 106, p. 63 - 85, jan./abr. 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-73302009000100004

GRACIOLI, J. M. A. Saberes Geográficos Compartilhados por Professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental na Rede de Aprendizagem e Desenvolvimento da Docência (ReAD) da UFSCar. 2022. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2022.

JOSSO, M.C. Experiência de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004

KORTHAGEN, F. A. J., A prática, a teoria e a pessoa na formação de professores. Educação, Sociedade & Culturas, nº 36, 2012, 141-158

LAGOEIRO, A. C. D. Trilhando os caminhos do início da docência: concepções sobre o percurso formativo no processo de tornar-se professor. 2019. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2019.

LAGOEIRO, A. C.; ANUNCIATO, R. M.; PEREIRA, A. Investigando a formação continuada docente: diálogos sobre especificidades dos alunos e trabalho colaborativo em um ambiente online. Anais - CIET, 2018.

LAROSSA, J. Notas sobre narrativa e identidade (a modo de presentación). In: ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto (Org.). A aventura (auto)biográfica: teoria e empiria. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004. p. 11-27.

MARCELO, C.; VAILLANT, D. Desarrollo profesional docente. ¿Cómo se aprende a enseñar? Madrid, Spain: Narcea, Ediciones, 2009. 176p.

MIZUKAMI, M. G. N. A aprendizagem da docência: algumas contribuições de L. S. Shulman. Revista do Centro de Educação, Santa Maria, v. 29, n. 2, p. 33- 50, dez. 2004. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/3838>. Acesso em: 9 jun. 2022.

MOREIRA, M. A.; ANUNCIATO, R. M. M.; VIANA, M. A. P. Qualidade da/na educação: narrativas de professoras sobre o trabalho docente. Em Aberto, Brasília, v. 33, n. 109, p. 149-164, set./dez. 2020. DOI: https://doi.org/10.24109/emaberto.v34i109.4526

NOGUEIRA, A. L. H. Concepções de “trabalho docente”: as condições concretas e os discursos das prescrições oficiais. Educação & Sociedade. Campinas, v. 33, n. 121, p. 1237-1254, out./dez. 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-73302012000400017

OLIVEIRA, R. M. M. A.; MOREIRA, M. A. L. “Entre o amor e o ódio”: narrativas de avaliação das aprendizagens em Portugal e no Brasil. Revista Teias, Rio de Janeiro, v. 15, n. 37, p. 13-28, set. 2014. Disponível em:

<https://www.epublicacoes.uerj.br/index.php/revistateias/article/view/24418/17396>. Acesso em: 9 jun. 2020.

PEREIRA, A. G. Desenvolvimento profissional docente de professoras experientes em formação contínua na READ. 2021. 252f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2021.

RODGERS, C. Defining Reflection: Another look at John Dewey and Reflective Thinking. Teachers College Record, v. 104, n.04, p.842-866, 2002. DOI: https://doi.org/10.1111/1467-9620.00181

ROLDÃO, M. C. A formação de professores como objecto de pesquisa – contributos para a construção do campo de estudo a partir de pesquisas portuguesas. Revista Eletrônica de Educação. São Carlos, SP: UFSCar, v.1, no. 1, p. 50-118, set. 2007. Disponível em http://www.reveduc.ufscar.br

SARTI, F. M. Parceria intergeracional e formação docente. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 2, v. 25, p. 133 - 152, 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-46982009000200006

SHULMAN, L S. Knowledge and teaching: foundations of the new reform. Harvard. Educational Review, Cambridge, v. 57, n. 1, p. 1-22, 1987. DOI: https://doi.org/10.17763/haer.57.1.j463w79r56455411

SOUZA, A. P. G. DE; ANUNCIATO, R. M. M. Aprendizagens da docência em uma comunidade de aprendizagem online: contribuições da ReAD. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 4, n. 12, p. 1090-1109, 26 dez. 2019. DOI: https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2019.v4.n12.p1090-1109

TARDIF, M; LESSARD, C. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011. 317 p.

VIEIRA, F.; MOREIRA, M. A. Supervisão e avaliação de desempenho docente: Para uma abordagem de orientação transformadora. Lisboa: Ministério da Educação, CCAP, 2011.

VIEIRA, R. A. Repercussões do Programa de Avaliação da Alfabetização (PROALFA) na Ação Docente: a Perspectiva de Professores de uma Escola Estadual em Viçosa-MG. 2022. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de São Carlos, São Carlo, 2022.

ZEICHNER, K. Rethinking the connections between campus courses and field experiences in college- and university-based teacher education. Journal of Teacher Education, 61, 89–99, 2010. DOI: https://doi.org/10.1177/0022487109347671

Downloads

Publicado

2023-09-28

Como Citar

ANUNCIATO, R. M. M. NARRATIVAS DE PROFESSORES, PROCESSOS REFLEXIVOS E PROFISSIONALIDADE DOCENTE EM UMA COMUNIDADE DE APRENDIZAGEM ONLINE. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, [S. l.], v. 15, n. 33, p. 61–73, 2023. DOI: 10.31639/rbpfp.v15i33.697. Disponível em: https://revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/697. Acesso em: 22 jun. 2024.