CONTRIBUTOS TEÓRICOS PARA PENSAR A FORMAÇÃO DE PROFESSORES NA PERSPECTIVA DA PROFISSIONALIDADE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31639/rbpfp.v15i34.717
Abstract views: 91 / PDF downloads: 76

Palavras-chave:

Formação de professores, competências, profissionalidade, identidade

Resumo

Este artigo consiste em um estudo bibliográfico sobre a formação e profissionalidade docente, aprofundando aspetos sobre as competências e a identidade profissional de professores. Inicialmente faz-se uma abordagem conceitual sobre formação de professores, chegando ao termo profissionalidade e seus desdobramentos, como competências e identidades. Neste cenário, o texto transita por diferentes olhares teóricos sobre os processos de formação docente, aproximando o pensamento de autores que transitam pela teoria crítica e pós crítica. Foram levantados contributo teóricos para discutir os modos de constituição de identidades docentes considerando o exercício das competências profissionais. É possível compreender que as perspectivas sobre a constituição profissional docente, dimensionadas em competências e identidades, envolvem um processo dinâmico, regido pelas mudanças sociais e delimitado em diferentes contextos que as produzem.

Downloads

Não há dados estatísticos.
 PlumX Metrics

Referências

BAUMAN, Z. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: J. Zahar. 2001.

CONTRERAS, J. Autonomia de professores. São Paulo: Ed. Cortez. 2012.

DALL’ALBA, G., & SANDBERG. J. Educating for competence in professional practice. Instructional Science, 24, 411-437. DOI: 10.1007/BF00125578. Acesso em: 15 .03.2023. 1996. DOI: https://doi.org/10.1007/BF00125578

ESTEVES, M. Construção e desenvolvimento das competências profissionais dos professores. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, 08, 37-48. 2009. Disponível em: http://sisifo.ie.ulisboa.pt/index.php/sisifo/article/view/132. Acesso em: 15 .05.2023.

ESTRELA, M., T. Velhas e novas profissionalidades, velhos e novos profissionalismos: tensões, paradoxos, progressos e retrocessos. Investigar em Educação, II(2), 5-30. 2014.

FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa (3ª edição). Porto Alegre: Artmed. 2009.

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Ed. Forense Universitária. 2008.

GARCIA, C. M. Formação de professores para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora. 1999.

GUIMARÃES, V. S. Formação de professores: saberes, identidade e profissão. Campinas: Papirus. 2004.

LARROSA, J. Tecnologias do Eu e Educação. In T.T. da Silva (Org.), O sujeito da educação – Estudos foucautianos (pp. 35 - 86). Petrópolis: Editora: Vozes. 1994.

LAVAL, P. A escola não é uma empresa: o neoliberalismo em ataque ao ensino público. São Paulo: Boitempo, 2019.

LE BOTERF, G. Desenvolvendo a competência dos profissionais. Porto Alegre: Artmed Editora. 2003.

MARCELO, C. Desenvolvimento Profissional Docente: passado e futuro. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, 8, 7-22. 2009.

MESQUITA, E. Formação e ação docente: desenvolvendo competências profissionais. In J. Machado & J. M. Alves (Org), Professor e Escola, conhecimento, formação e ação (pp. 55-76). Porto: Ed. Universidade Católica Editora Porto. 2016.

MORGADO, J. C. Identidade e profissionalidade docente: sentidos e (im)possibilidades. Ensaio: Avaliação de políticas públicas Educativas, 19(73), 793-812. 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-40362011000500004

NÓVOA, A. Profissão professor. Porto: Porto Editora. 1995.

NÓVOA, A. Professores e a sua Formação num Tempo de Metamorfose da Escola. Educação & Realidade, 44(3), 1-15. 2019. DOI: 10.1590/2175-623684910 . Acesso em: 17 .04.2023. DOI: https://doi.org/10.1590/2175-623684910

PERRENOUD, P. Construir as competências desde a escola. Porto Alegre: Artmed. 1999a.

PERRENOUD, P. Formar professores em contextos sociais em mudança, prática reflexiva e participação crítica. Revista Brasileira de Educação, 12, 5-21. 1999b.

PERRENOUD, P. 10 novas competências para ensinar. Um convite a viagem. Porto Alegre: Artmed. 2000.

PIMENTA, S. G. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In S. G. Pimenta (Org.), Saberes pedagógicos e atividade docente (pp. 15-34, 7ª ed.). São Paulo: Cortez. 2009.

ROLDÃO, M. C. do. Função docente: natureza e construção do conhecimento profissional. Revista Brasileira de Educação, 12(34), 94-106. 2007. DOI: 10.1590/S1413-24782007000100008 Acesso em: 17 .04.2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782007000100008

SACRISTÁN, J. G. Consciência e acção sobre a prática como libertação profissional dos professores. In A. Nóvoa (Org), Profissão professor (pp. 63-92). Porto: Porto Editora. 1995.

SILVA, T. T. da. A produção social da identidade e da diferença. In T. T. da. Silva, S. Hall & K. Woodward (Org). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais (pp. 73-102). Petrópolis: Vozes. 2009.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional (8ª ed.). Petrópolis: Vozes. 2007.

Downloads

Publicado

2024-02-09

Como Citar

PINHEIRO, D.; FREIRE, S. CONTRIBUTOS TEÓRICOS PARA PENSAR A FORMAÇÃO DE PROFESSORES NA PERSPECTIVA DA PROFISSIONALIDADE . Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, [S. l.], v. 15, n. 34, p. 4–15, 2024. DOI: 10.31639/rbpfp.v15i34.717. Disponível em: https://revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/717. Acesso em: 1 mar. 2024.