O QUE RELATAM ESTUDANTES DO COMPONENTE DE DIDÁTICA SOBRE A SAÚDE MENTAL?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31639/rbpfp.v16.i35.e709
Abstract views: 45 / PDF downloads: 34

Palavras-chave:

Didática, Pandemia, Ansiedade, Saúde mental

Resumo

O cenário pandêmico cessou atividades universitárias presenciais, exigindo outras formas de organização pedagógica. Assim, esta pesquisa analisou – a partir da perspectiva dos estudantes matriculados no componente de Didática dos cursos de licenciaturas de universidades federais e estaduais do Brasil – o ensino remoto, levando em consideração as condições dos estudantes para participação nas atividades e as especificidades do ensino da Didática. Trata-se de uma pesquisa quanti/qualitativa, de abordagem empírica, em que foi utilizado questionário on-line para a coleta de dados. O foco analítico se concentrou nos aspectos emocionais, nos impactos/efeitos psicológicos da pandemia no cotidiano dos estudantes e suas repercussões/implicações nos processos educativos. Os resultados indicaram um aumento nos quadros de ansiedade e depressão, e insegurança em relação ao futuro profissional. Essas condições convocam a didática a reorganizar o ambiente de aprendizagem, considerando as diferentes formas de mediações.

Downloads

Não há dados estatísticos.
 PlumX Metrics

Referências

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION (APA). Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais (DSM-5). Porto Alegre: Artmed, 2014.

ANDIPE. Associação Nacional de Didática e Práticas de Ensino. Relatório da pesquisa Ensino de Didática na modalidade online: desafios e prospecções no contexto da pandemia pela COVID-19. Salvador, ANDIPE, 2020. Disponível em https://www.andipe.com.br/pesquisa-1. Acesso em: 19 mar 2022.

CHEMAMA, Roland. Dicionário de psicanálise. Tradução de Francisco Franke Settine. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1995.

COELHO, A. P. S., OLIVEIRA, D. S., FERNANDES, E. T. B. S., SANTOS, A. L. de S., RIOS, M. O., FERNANDES, E. S. F., NOVAES, C. P., PEREIRA, T. B., FERN-ANDES, T. S. S. Saúde mental e qualidade do sono entre estudantes universitários em tempos de pandemia da COVID -19: experiência de um programa de assistência estudantil. Research, Society and Development. v. 9, n. 9, p.1-14. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8074/7227. Acesso em: 20 de mar 2022. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.8074

CLARK, D. A., BECK, A. T. Terapia cognitiva para os transtornos de ansiedade. Porto Alegre: Artmed, 2012.

DALY, M., SUTIN, a., ROBINSON, E. Longitudinal changes in mental health and the COVID-19 pandemic: Evidence from the UK household longitudinal study. Psychological Medicine. Cambridge University Press: Londres, 2020, p. 1–10. Disponível em: https://doi.org/10.1017/S0033291720004432. Acesso em: 19 de mar 2022 DOI: https://doi.org/10.31234/osf.io/qd5z7

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ (FIOCRUZ). ConVid pesquisa de comportamentos. 2020. Disponível em: <https://convid.fiocruz.br/index.php?pag=principal. Acesso em: 15 de mar 2021.

KENSKI, Vani Moreira. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 3. ed. Campinas, SP. Papirus, 2003.

KHAN, A. H., SULTANA, M. S., HOUSSAIN, S., HASAN, M. T., AHMED, H. U., SIKDER, M. T. The impact of COVID-19 pandemic on mental health and well-being among home-quarantined Bangladeshi students: A cross-sectional pilot study. Journal of Affective Disorders, 2020. p. 121–128. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jad.2020.07.135

LIBÂNEO, José Carlos. Ensino de didática: continua sendo perfumaria? II Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino - EDIPE. Conferência 05.11.2007. Anápolis: CEPED, 2007.

LIBÂNEO, J. C. Ensinar e Aprender, Aprender e ensinar: o lugar da teoria e da prática em didática. In: LIBÂNEO, J. C.; ALVES, N. (org.). Temas de Pedagogia: diálogos entre didática e currículo. SP: Cortez, 2012.

LIBÂNEO, J. C. Didática. 2. ed. São Paulo: Editora Cortez, 2013.

SAVOIA, N. G. A ansiedade. In: LIPP, M. (org). Sentimentos que causam stress: como lidar com eles. 2. ed. Campinas, Papirus, 2010.

SCHLEMMER, Eliane; DI FELICE, Massimo; SERRA, Ilka Márcia Ribeiro de Souza. Educação OnLIFE: a dimensão ecológica das arquiteturas digitais de aprendizagem. Educar em Revista, Curitiba, v. 36, e76120, 2020. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/educar/article/view/76120/42529. Acesso em: 17 mar. 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/0104-4060.76120

TEIXEIRA, L. A. C., COSTA, R. A., MATTOS, R.M.P.R., PIMENTEL, D. Saúde mental dos estudantes de Medicina do Brasil durante a pandemia do coronavírus disease 2019. Jornal Brasileiro de Psiquiatria. 2021, v. 70, n. 1. p. 21-29. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0047-2085000000315. Acesso em: 20 de mar. 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/0047-2085000000315

WALLON, Henri. Do ato ao pensamento: ensaio de psicologia comparada. Petrópolis: Vozes, 2008.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (WHO). COVID-19 pandemic triggers 25% increase in prevalence of anxiety and depression worldwide. 2022. Disponível em: https://www.who.int/news/item/02-03-2022-covid-19-pandemic-triggers-25-increase-in-prevalence-of-anxiety-and-depression-worldwide. Acesso em: 20 de mar 2022.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (WHO). Depression and Other Common Mental Disorders – Global Health Estimates. 2017. Disponível em: http://apps.who.int/iris/bitstream/10665/254610/1/WHO-MSD-MER-2017.2-eng.pdf?ua=1. Acesso em: 20 de mar 2022.

ZIMERMAN, David E. Vocabulário contemporâneo de psicanálise [recurso eletrônico]. Porto Alegre: Artmed, 2008.

ZIMERMAN, David E. Fundamentos psicanalíticos [recurso eletrônico] : teoria, técnica e clínica: uma abordagem didática. Porto Alegre: Artmed, 2017.

Downloads

Publicado

2024-06-06

Como Citar

NÖRNBERG, L.; BORTOLAZZO, S. F. O QUE RELATAM ESTUDANTES DO COMPONENTE DE DIDÁTICA SOBRE A SAÚDE MENTAL?. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, [S. l.], v. 16, n. 35, p. e709, 2024. DOI: 10.31639/rbpfp.v16.i35.e709. Disponível em: https://revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/e709. Acesso em: 22 jun. 2024.