FORMAÇÃO INICIAL, PERMANÊNCIA E ATRATIVIDADE DOCENTE: UM ESTADO DO CONHECIMENTO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31639/rbpfp.v16.i35.e742
Abstract views: 120 / PDF downloads: 67

Palavras-chave:

Estado do conhecimento, Formação de professores, Permanência docente, Atratividade da carreira docente

Resumo

ste artigo aborda sobre um estado de conhecimento em pesquisas vinculadas a formação inicial de professores enfocando a permanência e atratividade da carreira docente. É um estudo analítico-descritivo baseado na análise de teses e dissertações defendidas em programas de pós-graduação depositadas na Base de Dados de Teses e Dissertações do IBICT. Emergiram ao longo das análises as categorias: atratividade da carreira docente, motivação e expectativa para a carreira, escolha profissional e permanência e o abandono da profissão docente assim como a formação e permanência docente. Dos textos analisados verificamos pouco interesse dos pesquisadores sobre a temática e uma maior tendência deles em trabalhar com a abordagem qualitativa e com o predomínio de duas ou mais técnicas de construção de dados. Os resultados demonstram que na realidade moçambicana não foi encontrado nenhum trabalho sobre a temática e na realidade brasileira poucos foram os que se dedicaram ao tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.
 PlumX Metrics

Referências

ANDRÉ, Marli. E. D. A. A produção acadêmica sobre formação de professores: um estudo comparativo das dissertações e teses defendidas nos anos 1990 e 2000. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 41–56, 2009. Disponível em: https://revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/4. Acesso em: 5 abr. 2023.

ARAÚJO, Regina Magna Bonifácio de; LUCINDA, Nilzilene Imaculada. Um olhar sobre a produção científica do campo da Pedagogia: o que dizem as dissertações e teses nos anos de 2002 a 2012. Revista Científica Vozes dos Vales, Brasil, Nº 06, Ano III, 10/2014. Disponível em: http://site.ufvjm.edu.br/revistamultidisciplinar/files/2014/10/Um-olhar-sobre-a-produ%C3%A7%C3%A3o-cient%C3%ADfica-do-campo-da-Pedagogia-o-que-dizem-as-disserta%C3%A7%C3%B5es-e-teses-nos-anos-de-2002-a-2012.pdf. Acesso em: 20 mai. 2023.

BENE, Leonel Elias et al. As tensões entre à expansão e as desigualdades sociais no acesso ao ensino superior em Moçambique. Revista de Gestão e Avaliação Educacional, Santa Maria, v. 11, n. 20, p. e68642, p. 1–16, 2022. Disponível em: Disponível em http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2318-13382022000100230&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 11 abr. 2023. DOI: https://doi.org/10.5902/2318133868642

BOAS, Terezinha de Jesus Reis Vilas et al. O estado da arte de metodologias da produção científica sobre a formação do professor do ensino de ciências com enfoque CTS. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, Brasil, v. 6, n. 1, p. 65–86, 2018. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/5958. Acesso em: 30 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.26571/REAMEC.a2018.v6.n1.p65-86.i5958

CASTELO-BRANCO, Amanda Leal. O processo de escolha de estudantes universitários pelo curso de licenciatura em Ciências Biológicas e a escassez de professores de biologia no ensino médio: possíveis relações. 2015. 230 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.

CASTRO, Carla Geovana Fonseca da Silva de. Professores da educação profissional: reflexões sobre a formação e permanência na docência. 2017. 136 f. Tese (Doutorado em Educação: Psicologia da Educação) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.

CASTRO, Elaine Mathias de. A escola que eu quero: um estudo sobre permanência dos professores em uma escola estadual de São Paulo. 2019. 130 f. Dissertação (Mestrado em Educação: Formação de Formadores) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Formação de Formadores, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, v. 23, n. 79, p. 257–272, ago. 2002. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0101-73302002000300013. Acesso em: 04 abr. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-73302002000300013

FREITAS, Angelita Aparecida Azevedo. Professores iniciantes na educação de jovens e adultos: por que ingressam? O que os faz permanecer? 2014. 163 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2014.

GARCIA, Fabiane Maia; YASUDA, Bruna Chizuka; BENE, Leonel Elias. Observações preliminares acerca das pesquisas em educação do Amazonas. Educ. Form., [S. l.], v. 5, n. 14, p. 36–53, 2020. DOI: 10.25053/redufor.v5i14mai/ago.1706. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/1706. Acesso em: 19 mai. 2023. DOI: https://doi.org/10.25053/redufor.v5i14mai/ago.1706

IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, 2023. Sobre a BDTD. Disponível em: http://bdtd.ibict.br/vufind/. Acesso em: 31 mar. 2023.

LEME, Luciana França. Atratividade do magistério para o ensino básico: estudo com ingressantes de cursos superiores da Universidade de São Paulo. 2012. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

LIMA, Marcos Salmo Silva de. Discurso e docência: efeitos de sentido da permanência docente em uma escola pública. 2017. 110 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Educação, Porto Alegre, 2017.

LIMA, Sabrina Aparecida de. A atratividade da carreira docente: uma análise na perspectiva de ex-bolsistas do PIBID do curso de Educação Física. 2016. 186 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.

MELO, Ana Paula de. Condições sociais para a atratividade, o acesso e a permanência nas licenciaturas da UEPG. 2018, 234f. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2018.

MOROSINI, Marília Costa; NASCIMENTO, Lorena Machado do; NEZ, Egeslaine de. Estado de conhecimento: a metodologia na prática. Revista Humanidades e Inovação, Palmas-TO, v.8, n.55, ago. 2021. Disponível em: https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/4946. Acesso em: 31 mar. 2023.

MOROSINI, Marília Costa. Estado de conhecimento e questões do campo científico. Educação, Santa Maria, v. 40, n. 1, p. 101-116, jan./abr. 2015. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/15822. Acesso em: 19 mai. 2023. DOI: https://doi.org/10.5902/1984644415822

MOROSINI, Marília Costa; FERNANDES, Cleoni Maria Barboza. Estado do Conhecimento: conceitos, finalidades e interlocuções. Educação Por Escrito, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 154–164, 2014. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/porescrito/article/view/18875. Acesso em: 31 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.15448/2179-8435.2014.2.18875

PASSEGGI, Maria da Conceição; SOUZA, Elizeu Clementino de; VICENTINI, Paula Perin. Entre a vida e a formação: pesquisa (auto)biográfica, docência e profissionalização. Educ. Rev., Belo Horizonte, v. 27, n. 01, p. 369-386, abr. 2011. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-46982011000100017. Acesso em: 02 abr. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-46982011000100017

PAZ, Mônica Lana da. A permanência e o abandono da profissão docente entre professores de matemática. 2013. 165 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2013.

PEREIRA, Simone dos Santos. Por que os professores permanecem na profissão? Trajetórias de professores do ensino fundamental da rede municipal de São Paulo. 2017. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

ROMANOWSKI, Joana Paulin; ENS, Romilda Teodora. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educ., Curitiba, v. 6, n.19, p.37-50, set./dez. 2006. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-416X2006000300004&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 03 mai. 2023.

SANTOS, Boaventura de Sousa. O fim do império cognitivo: afirmação das epistemologias do sul. Belo Horizonte: Autêntica, 2019.

SANTOS, Renata Harumi Muniz dos. O que pensam os professores de ciências sobre a profissão docente: concepções e motivações na formação inicial do professor. 2017. Dissertação (Mestrado em Ensino de Biologia) - Ensino de Ciências (Física, Química e Biologia), Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

SCHÜEROFF, Dilce. Só continuei no magistério por amor, vocação: ser professora da rede pública do ensino primário catarinense (1920-1940). 130 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2009.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23ª ed. São Paulo: Cortez, 2007. DOI: https://doi.org/10.36311/2007.978-85-249-1311-2

SILVA, Renata Pojar. As histórias de vida de jovens professores de física: a contradição entre os fatores de permanência e evasão em escolas públicas. 2018. Dissertação (Mestrado em Ensino de Física) - Ensino de Ciências (Física, Química e Biologia), Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018.

SOUZA, Levi de Oliveira. Motivações para a escolha da licenciatura em matemática e pedagogia: um estudo com alunos da PUC/SP E UFMT. 2010. 105 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.

TARÁBOLA, Luana Lasincki Marum. O professor entre o profissionalismo e o heroísmo: as motivações e expectativas para a escolha da carreira docente. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019.

Downloads

Publicado

2024-06-06

Como Citar

BENE, L. E.; ARAÚJO, R. M. B. de. FORMAÇÃO INICIAL, PERMANÊNCIA E ATRATIVIDADE DOCENTE: UM ESTADO DO CONHECIMENTO. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, [S. l.], v. 16, n. 35, p. e742, 2024. DOI: 10.31639/rbpfp.v16.i35.e742. Disponível em: https://revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/e742. Acesso em: 22 jun. 2024.