Pesquisas em Educação

A produção do conhecimento no Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Educação e Epistemologia da Prática Profissional (UFPI)

  • Antonia Dalva França Carvalho Universidade Federal do Piauí
  • Ágata Laisa Laremberg Alves Cavalcanti Universidade Federal do Piauí
Palavras-chave: NIPEEPP, Epistemologia da prática profissional, Grupo de Pesquisa

Resumo

O presente estudo tem como objetivo apresentar as pesquisas desenvolvidas pelo Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Educação e Epistemologia da Prática Profissional (NIPEEPP), da Universidade Federal do Piauí. O núcleo centra sua atenção no campo da educação, saberes da docência, na epistemologia da prática profissional e  constituição da identidade das distintas profissões. As metodologias de pesquisas possuem natureza qualitativa, tendo como principais abordagens: a Etnometodologia (COULON, 1995); a Etnografia (ANDRÉ, 2015) e a Netnografia (KOZINETS, 2014). Evidenciamos ao longo da atuação do NIPEEPP, que os participantes ao desenvolverem suas pesquisas ampliam a produção científica na área e promovem seu desenvolvimento profissional, através da aquisição de saberes docentes. Portanto, o núcleo possibilita aos seus integrantes guiar sua prática em conformidade com a compreensão do fenômeno educativo, como movimento dialético de autonomia, emancipação, ação e de práxis.

Biografia do Autor

Ágata Laisa Laremberg Alves Cavalcanti, Universidade Federal do Piauí

Professora do Curso de Licenciatura em Educação do Campo/Ciências da Natureza (LEDOC), do Campus Amílcar Ferreira Sobral, Universidade Federal do Piauí. Doutoranda em Educação (PPGEd/UFPI). Mestra em Educação, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd/UFPI). Docente Orientadora da área de Educação do Campo, do Programa Residência Pedagógica (CAPES/UFPI/CAFS).  Especialista em Gestão Ambiental pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e graduada em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Integrante do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Epistemologia da Prática Profissional (NIPEPP) da UFPI. Participou do Observatório da Educação (OBEDUC/UFPI) investigando sobre as concepções a cerca das Escolas de Tempo Integral na cidade de Teresina-PI. Atualmente, atua na linha de pesquisa Formação Docente e Prática Educativa. Temáticas de estudo: Formação de Professores, Estágio Supervisionado, Educação a distância, Metodologias de ensino.

Referências

ANDRÉ, Marli. Etnografia da prática escolar. Campinas: Papirus, 2015.
CARVALHO, Lina Maria de Moraes; CARVALHO, Antonia Dalva França. Brincadeira ou coisa séria? Discutindo o brinquedo e o brincar. Teresina: EDUFPI, 2012.
CONTRERAS, José. A autonomia de professores. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2002.
COULON, Alain. Etnometodologia. Tradução Epharim Ferreira Alves. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.
DEMO, Pedro. Conhecer e aprender: sabedoria dos limites e desafios. Porto Alegre: Artmed, 2000.
DEWEY, John. Experiência y educación. Tradução Lourenço Luzuriada. Madrid: Biblioteca Nueva, 2004.
FEIMAN-NEMSER, Sharon; BUCHMANN, Margret. Lagunas de las practicas de enseñanza de lós programas de formación del professorado. In: VILLAR ANGULO, Luis Miguel. Conocimiento, creencias y teorias de lós profesores. Alicante: Marfil, 1988. p. 301-314.
FRANÇA-CARVALHO, Antonia Dalva; CAVALCANTI, Ágata Laisa Laremberg Alves; DOURADO, Anne Caroline Soares (Orgs.). Conversas pedagógicas: a epistemologia da escola de tempo integral. Teresina: EDUFPI, 2015.
FRANÇA-CARVALHO, Antonia Dalva; SANTOS, Mário Gomes dos; CASTRO, Mônica Maria M. R. N. de. O Prodocência e os cursos de licenciaturas de Física, Matemática e Pedagogia da UFPI. Teresina: EDUFPI, 2013.
FREIRE, Paulo. Política e educação: ensaios. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2001. v. 23.
GIESTA, Nágila Caporlíngua. Cotidiano escolar e formação reflexiva do professor: moda ou valorização do saber docente? Araraquara: JM Editora, 2001.
GONÇALVES, José Alberto M. A carreira dos professores do ensino primário. In: NÓVOA, Antonio. Vidas de professores. 2. ed. Porto: Porto, 1995. p.141-169.
IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2011.
KOZINETS, Robert V. Netnografia: realizando pesquisa etnográfica online. Porto Alegre: Penso, 2014.
MARCELO GARCIA, Carlos. A formação de professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.
MICHEL, Maria Helena. Metodologia e pesquisa científica em ciências sociais. 2. ed. atual. e ampl. São Paulo: Atlas, 2009.
MINAYO, Maria Cecília de Souza. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Rio de Janeiro: Vozes, 1994.
MOREIRA, Herivelto; CALEFFE, Luiz Gonzaga. Metodologia da pesquisa para o professor pesquisador. 2. ed. Rio de janeiro: Lamparina, 2008.
NÓVOA, Antonio. Os professores e a sua formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1992.
OLIVEIRA, Maria Marly. Como fazer pesquisa qualitativa. 4. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.
PIAUÍ. Novo Regimento Interno do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Educação e Epistemologia da Prática Profissional (NIPEEPP). Teresina-PI: Universidade Federal do Piauí, 2012.
RAMOS, Renata Adrian Ribeiro Santos. Necessidades formativas de professores do Ensino Superior, com vistas ao desenvolvimento profissional: o caso de uma Universidade Pública na Bahia. 2013. 202 f. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Estadual de Feira de Santana - Feira de Santana, Bahia, 2013.
SACRISTÁN, Jose Gimeno. Poderes instáveis em educação. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999.
SAVIANI, Demerval. Formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro. Revista Brasileira Educação, v. 14, n. 40, p. 143-155, jan./abr. 2009. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v14n40/v14n40a12.pdf >. Acesso em: 25 maio. 2018.
SCHÖN, Donald. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.
STENHOUSE, Lawrence. La investigación cono base de la enseñanza. 5. ed. Madrid: Morata, 2004.
TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.
Publicado
31-12-2018
Como Citar
FRANÇA CARVALHO, A.; CAVALCANTI, ÁGATA L. Pesquisas em Educação. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, v. 10, n. 19, p. 33-48, 31 dez. 2018.
 PlumX Metrics