AS DIFERENTES LINGUAGENS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO: O QUE DIZEM AS PROFESSORAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31639/rbpfp.v15i34.682
Abstract views: 37 / PDF downloads: 28

Palavras-chave:

Linguagens, alfabetização, percepções

Resumo

 O estudo analisa as percepções de professoras alfabetizadoras sobre a presença e a relevância das diferentes linguagens no processo de alfabetização de crianças. Trata-se de um recorte de uma dissertação de mestrado¹ vinculada ao Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Práticas na Alfabetização e na Inclusão em Educação (NEPPAI) da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). O aporte teórico que embasa o estudo fundamenta-se em autores como: Soares (2008; 2015), Geraldi (1984;1999), Malaguzzi, (2016), Matos e Jardilino (2016), entre outros. Trata-se de uma pesquisa qualitativa que utiliza a entrevista semiestruturada e a observação como instrumentos para coleta de dados. Foram entrevistadas duas professoras alfabetizadoras do município de Itabirito/MG. A investigação evidencia que embora as docentes compreendam a importância do trabalho com os diferentes linguagens, a introdução delas no cotidiano da sala de aula se configura como um desafio a ser vencido.

Downloads

Não há dados estatísticos.
 PlumX Metrics

Referências

CARDOSO, Bruna. Práticas de linguagem oral e escrita na Educação Infantil. São Paulo: Anzol, 2012.

EDWARDS, Carolyn; GANDINI, Lella; FORMAN, George. As cem linguagens da criança: A abordagem de Reggio Emília na Educação Infantil. São Paulo: Pensa, v.1, 2016.

EDWARDS, Carolyn; GANDINI, Lella; FORMAN, George. As cem linguagens da criança: A experiência de Reggio Emília em transformação. São Paulo: Pensa, v. 2, 2016.

FOCHI, Paulo. A criança é feita de cem: as linguagens em Malaguzzi. São Leopoldo: Unisinos, 2014.

FERREIRO, Emília.; TEBEROSKY, Ana. Psicogênese da língua escrita. Tradução Diana Myriam. Porto Alegre: Artmed, 1999.

FRANCO, Marco Antonio Melo. Práticas pedagógicas na alfabetização: construindo o espaço da oralidade em sala de aula. 1.ed. Curitiba: Editora CRV, 2010. DOI: https://doi.org/10.24824/978856248074.4

FRANCO, Maria Amélia. Prática pedagógica e docência: um olhar a partir da epistemologia do conceito. Revista Brasileira Estudos Pedagógicos. Brasília, v. 97, n 247, p. 534 – 551, set/dez. 2016. DOI: https://doi.org/10.1590/s2176-6681/288236353

FRANCO, Maria Amélia; GILBERTO, Irene; CAMPOS, Elisabete (orgs.). Práticas pedagógicas: pesquisa e formação. São Paulo: Edições Loyola, p. 7 – 31,2017.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Autores associados: Cortez, 1989.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GERALDI, João Wanderley. Concepções de linguagem e ensino de português. In: GERALDI, J.W. (Org.). O texto na sala de aula: leitura e produção. Cascavel: Assoeste, 1984. p. 41–49.

GERALDI, João Wanderley (org.) O texto na sala de aula. São Paulo: Ática, 2 ed, p. 17 a 53, 1999.

GOBBI, Marcia Aparecida; PINAZZA, Mônica. Infância e suas linguagens. São Paulo: Cortez, 2014.

MATOS, Daniel; JARDILINO, José. Os conceitos de concepção, percepção, representação e crença no campo educacional: similaridades, diferenças e implicações para a pesquisa. Educação & Formação, Fortaleza, v. 1, n. 3, p. 20-31, set./dez. 2016. DOI: https://doi.org/10.25053/edufor.v1i3.1893

MORAIS Artur Gomes. Concepções e metodologias de alfabetização: Por que é preciso ir além da discussão dos velhos métodos? UFPE – Centro de Educação e CEEL – Centro de Estudos em Educação e Linguagem, abril, 2006.

MORTATTI Maria do Rosário. História do Ensino de Língua e Literatura no Brasil. ASPHE/FaE/UFPel. Pelotas, outubro, 1999.

NÓVOA, Antônio. Devolver a formação de professores aos professores. Cadernos de Pesquisa em Educação - PPGE/UFES Vitória, ES. a. 9, v. 18, n. 35, p. 11-22, jan./jun. 2012.

SOARES, Magda. A reinvenção da alfabetização. Presença pedagógica, v.9, n.52, jul/ago. 2003.

SOARES, Magda. Alfabetização e Letramento: São Paulo: Contexto, p. 1 a 25, 2013.

SOARES, Magda. Alfabetização, a questão dos métodos. 1ª ed. São Paulo: Contexto, 2017.

SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. 6ª Ed. Artmed, 1998.

WEISZ, Telma; SANCHEZ, Ana. O diálogo entre o ensino e a aprendizagem. 4ª ed. São Paulo: Ática, 2019.

Downloads

Publicado

2024-02-09

Como Citar

GONÇALVES, J. O.; FRANCO, M. A. M. AS DIFERENTES LINGUAGENS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO: O QUE DIZEM AS PROFESSORAS. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, [S. l.], v. 15, n. 34, p. 98–110, 2024. DOI: 10.31639/rbpfp.v15i34.682. Disponível em: https://revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/682. Acesso em: 1 mar. 2024.