Investigação como instrumento da formação profissional de docentes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31639/rbpfp.v13i28.545

Palavras-chave:

Pesquisa em formação de professores. Tributo a Marli André. Conhecimento profissional docente.

Resumo

A temática que se aborda neste texto suporta-se na eleição de alguns eixos que ao longo do tempo foram sendo trabalhados de forma sistemática na pesquisa relativa ao campo, com referência particular aos contributos de Marli André (1985, 2010, 2010 a), e à abertura na ANPED[1] de um espaço de discussão que partilhei. Assim, o enfoque desta análise dirige-se aos pontos centrais desse debate ao longo dos últimos 20 anos: (1) a delimitação do campo da formação de professores, (2) a natureza do conhecimento profissional docente, (3) a dialética teoria-prática nos processos formativos, (4) a distância entre universidades e escolas neste processo e (5) o lugar da pesquisa como eixo agregador de uma reconceptualização do profissional docente.

 

[1] [1] ANPEd - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd). Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.
 PlumX Metrics

PLump antes

Referências

ANDRÉ, Marli. Etnografia da prática escolar. Papirus Editora, 1995.

ANDRÉ, Marli. A pesquisa sobre formação de professores: contribuições à delimitação do campo. In: DALBEN, Ângela I.L.F. et al. Didática: convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. p. 273-283.

ANDRÉ, Marli. A produção acadêmica sobre formação de professores: um estudo comparativo das dissertações e teses defendidas nos anos 1990 e 2000. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação Docente, v. 1, n. 1, p. 41-56, ago./dez. 2009. Disponível em: . Acesso em: 5 abr. 2010ª

CANÁRIO, Rui. O que é a Escola? Um “Olhar” Sociológico. Porto: Porto Editora, 2005.
GIMENO SACRISTÁN, José. Consciência e ação sobre a prática como libertação profissional dos professores. In: António Nóvoa (Org.) Profissão professor. pp. 63-92. Porto: Porto Editora. 1995.

MARCELO GARCIA, Carlos. Desenvolvimento Profissional: passado e futuro. Sísifo – Revista das Ciências da Educação, n. 08, p. 7-22, jan./abr. 2009.

ROLDÃO, Maria do Céu (coord.) HAMIDO,G. e GALVEIAS, F. Os professores e o desenvolvimento da sua identidade profissional. O que nos diz a investigação. Subprojecto desenvolvido no âmbito do Projecto de Investigação Supervisão e Desenvolvimento da Identidade Profissional –Estudo sobre a influência da supervisão e dos contextos nas transições ecológicas de construção e desenvolvimento profissional. (coord. Isabel Alarcão). Aveiro: CIDTFF, Centro de Investigação em Didáctica e Tecnologia na Formação de Formadores, Universidade de Aveiro (Financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia). 2005. Texto não publicado.

ROLDÃO, Maria do Céu (2005 a). Profissionalidade docente em análise – especificidades dos ensinos superior e não superior. Revista NUANCES, UNESP (Universidade do Estado de S.Paulo )., ano XI, nº 13, Jan-Dez 2005, 108-126, 2005a.

ROLDÃO, Maria do Céu, NETO-MENDES, A., Costa, J.A. & ALONSO, L. Organização do trabalho docente: uma década em análise (1996-2005). Investigar em Educação n.º 5 – Revista da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação, 17-148, 2006.

ROLDÃO, Maria do Céu. A formação de professores como objecto de pesquisa – contributos para a construção do campo de estudo a partir de pesquisas portuguesas. Revista Eletrónica de Educação da UFSCar, São Carlos, Brasil. 2007. www.portaldosprofessores.ufscar.br

ROLDÃO, Maria do Céu. Função docente: natureza e construção do conhecimento profissional. Revista Brasileira de Educação, Jan-Abril, n.º 34, 94-103, 2007a.

ROLDÃO, Maria do Céu. Formação de professores baseada na investigação e prática reflexiva. In Actas da Conferência “Desenvolvimento Profissional de Professores para a Qualidade e Equidade da Aprendizagem ao Longo da Vida”, Lisboa, 2008, no âmbito da Presidência Portuguesa da União Europeia.

ROLDAO, Maria do Céu. Formação de professores na investigação portuguesa – um olhar sobre a função do professor e o conhecimento profissional. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, 10/2011 ,135 -150, 2011.

SCHÖN, Donald. Educating the Reflective Practitioner. How Professionals think iin Action. London: Temple Smith, 1987.

SHULMAN, Lee. Knowledge and teaching: foundations of the new reform. Harvard Educational Review, 57, 4-14, 1987.

SHULMAN, Lee & SHULMAN, Judith. How and what teachers learn: a shifting perspective. Journal of Curriculum Studies, v. 36, nº 2, March-April, 257-271, 2004.
STENHOUSE, Lawrence. Investigación y Desarrollo del Curriculum (1ª ed. 1981). Madrid. Ediciones Morata, 1991.

Downloads

Publicado

2021-12-01

Como Citar

ROLDÃO, M. do C. Investigação como instrumento da formação profissional de docentes. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, [S. l.], v. 13, n. 28, p. 79–90, 2021. DOI: 10.31639/rbpfp.v13i28.545. Disponível em: https://revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/545. Acesso em: 25 jun. 2022.