Pesquisar e consolidar na região o conhecimento sobre a Formação de Professores

o duplo desafio do NEFOP

  • Leila Pio Mororó UESB
Palavras-chave: Formação de Professores. Grupo de Pesquisa. Política de Formação de Professores

Resumo

O grupo de pesquisa Nefop (Núcleo de estudo, pesquisa e formação de professores) tem como missão promover estudos, pesquisas e desenvolver ações sobre e para a formação e o trabalho docente, com o objetivo de contribuir para a consolidação da área de conhecimento no interior da Bahia. O grupo tem realizado pesquisas e eventos de extensão subsidiados por financiamento institucional interno e externo e em colaboração com outros grupos de pesquisa. Dentre as pesquisas realizadas pelo Núcleo, serão destacadas neste texto as relativas às políticas de formação de professores, com ênfase na avaliação dos programas especiais de formação desenvolvidos no país nas últimas duas décadas. A partir dessas pesquisas é possível afirmar que nas instituições de ensino superior envolvidas com essas ações predominam o imediatismo e o improviso; que os órgãos gestores das políticas públicas, de maneira geral, não tem clareza quanto a suas atribuições no regime de colaboração, recaindo sobre os docentes as responsabilidades de se manterem em formação. Esses, por sua vez, se sentem satisfeitos com a certificação recebida e a valorização profissional e salarial dela decorrente.

Referências

ANDRADE, Silvana Sousa. Políticas para formação de professores: os impactos do Parfor na formação, na existência individual e no trabalho docente. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGEd, Vitória da Conquista, 2018.
BASSO, Itacy Salgado. As condições subjetivas e objetivas do trabalho docente: Um estudo a partir do ensino de história. Tese de doutorado. Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, Campinas, SP: 1994.
BELLO, Isabel Melero.; BUENO, Belmira Oiveira. Programas especiais de formação de professores no Brasil: a universitarização do magistério em questão. Arquivos analíticos de Políticas educativas, 18, 2012.
BELLO, Isabel Melero.. Programas especiais de formação de professores em serviço no Brasil: do discurso democrático à ações regulatórias. In: Reunião Anual da ANPED, 31, 2008. Caxambú, MG. Anais..., Caxambú, MG, 2008.
BELLONI, Isaura. Metodologia de avaliação em políticas públicas: uma experiência em educação profissional. São Paulo, Cortez, 2000.
CAPES/DEB. Relatório de Gestão – PARFOR, 2009-2013. Brasília, 2013. Disponível em Acessado em 17 de janeiro de 2018.
CHEPTULI, Alexandre. A dialética materialista: categorias e leis da dialética. São Paulo, SP. Editora Alfa-Omega, 1982.
CURY, Carlos R. Jamil. Educação e Contradição: Elementos metodológicos para uma teoria crítica do fenômeno educativo. 3ª edição. São Paulo, Cortez/Autores Associados, 1987.
FIGUEIREDO, Marcus Faria; FIGUEIREDO, Argelina Maria Cheibub. Avaliação política e avaliação de políticas: um quadro de referência teórica. São Paulo: IDESP, 1986.
FREITAS, Helena Costa Lopes de. Certificação docente e formação do educador: regulação e desprofissionalização. Educação e Sociedade. Campinas, SP. vol. 24, nº 85, dez 2003.
_____. A reforma do Ensino Superior no campo da formação dos profissionais de educação básica: As políticas educacionais e os movimentos dos educadores. Educação e Sociedade. Campinas, SP, n. 68, 1999. p. 17-44.
MARX, Karl. Manuscritos Econômicos-Filosóficos. Tradução: Artur Morão. Lisboa, Edições 70, 1987.
MORORÓ, Leila Pio; COUTO, Maria Elizabete Souza. O colóquio temático Formação de Professores: indícios de sua contribuição para a produção do conhecimento na área. In: Crise, Conflitos e Conhecimento no Mundo Contemporâneo. 1 ed. Campinas: Librum Editora, 2017, p. 67-87.2017
_____. As condições de formação do professor-discente do Parfor na Bahia. Horizontes (EDUSF), v. 33, p. 29-38, 2015. DOI: https://doi.org/10.24933/horizontes.v33i1.121
MORORÓ, Leila Pio; SILVA, Renê. A expansão da formação de professores na Bahia: a avaliação do Parfor por universidades e municípios. Revista Práxis Educacional. v. 11, n. 20, set./dez. 2015. p. 189-208. Disponível em
MORORÓ, Leila Pio. Pesquisa avaliativa e política de formação de professores: considerações metodológicas. In: Notas teórico-metodológicas de pesquisa em educação: concepções e trajetórias. Ilhéus, Ba: Editus, 2017. p. 55-74.
_____. A expansão da formação em serviço de professores no Brasil: a implantação do PARFOR na Bahia. Anais... In: X Colóquio Nacional e III Colóquio Internacional do Museu Pedagógico, 2013, Vitória da Conquista, Ba. Produção do Conhecimento no limiar do século XXI: tendências e conflitos. Vitória da Conquista: Ediuesb, 2013. v. 1. p. 01-15.
_____. Velhos problemas, novas soluções? A Formação de Professores na Bahia. Anais... In: X Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores. Águas de Lindoia, SP, 2009. Formação de Professores e a prática docente: os dilemas contemporâneos. São Paulo: Editora Unesp, 2009.
_____. Rede UNEB 2000: da euforia ao espanto, as contradições se estabelecem. 2005. 139 p. Tese de doutorado. UFSCar. São Carlos, SP, 2005.
OLIVEIRA, Betty Antunes de. O trabalho educativo: reflexões sobre paradigmas e problemas do pensamento pedagógico brasileiro. Campinas, Autores Associados, 1996.
POLITZER, Georges. Princípios Fundamentais de Filosofia. Tradução de João Cunha Andrade. Ed. Fulgor: São Paulo, 1972.
SAVIANI, Dermeval. Pedagogia Histórico-crítica: primeiras aproximações. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1991.
SILVA, Renê. Contradições na articulação dos entes federados para implementação do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR) no estado da Bahia. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGEd, Vitória da Conquista, 2017. Disponível em
VILAS BOAS, Maria Cristina Xavier Reis. Política para a formação docente: uma análise do Plano Nacional de formação de professores – Parfor. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGEd, Vitória da Conquista, 2017. Disponível em
ZEICHNER, Kenneth M.; ANTUNES, Cristina. Uma agenda de pesquisa para a formação docente. Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores – Formação Docente. V. 1, N. 1. Ago./Dez., 2009. p. 13-40. Disponível em:
Publicado
31-12-2018